Setor de Ciências Agrárias

Menu

Artigo – Viagens internacionais: Estudando pelo mundo

nota

Paulo de Tarso Lara Pires *

A internacionalização tem sido prioridade na agenda das melhores universidades brasileiras. O contato com professores e pesquisadores de outros países, a possibilidade de desenvolver parcerias para ensino e pesquisa são alguns dos atrativos para o estabelecimento de convênios internacionais.

Do ponto de vista dos docentes surgem possibilidades ímpares para o estabelecimento de pesquisas comparativas, para a análise de novas tecnologias ainda desconhecidas no País de origem e finalmente para vislumbrar novos métodos de ensino.

Para o acadêmico, porém, as possibilidades são infinitas e vão desde o aprendizado ou aprimoramento de uma língua, conhecimento de novas culturas, até o engajamento num grupo de pesquisa internacional. Adicionalmente, deve estar o estudante aberto para usar o momento para a quebra de paradigmas e para sair da endógena tão comum em nossas universidades.

Alguns cuidados, no entanto, precisam ser tomados. Em primeiro lugar é importante que se tenha um conhecimento prévio da instituição que será visitada para que se aproveite ao máximo o potencial dos pesquisadores locais, de bibliotecas, laboratórios e outras estruturas de ensino disponibilizadas. Adicionalmente, é importante ter uma agenda de viagem bem organizada, com tempo estabelecido para atividades acadêmicas, culturais e recreativas. Em geral as melhores universidades colocam a disposição dos alunos visitantes ambientes para práticas de atividades desportivas e para momentos lúdicos. Uma leitura antecipada da página institucional na internet pode facilitar sua vida e ainda lhe poupar dissabores. Procure se aproximar de colegas que sejam locais e não fique apenas cercado de brasileiros sob pena de ficar num gueto e não praticar outra língua.

Finalmente, lembre que o tempo passa rápido e muitas das oportunidades não voltam.

 

* Prof. Paulo de Tarso Lara Pires

Pós Doctor em Direito Ambiental e Desastres Naturais na Universidade de Berkeley na Califórnia-USA
Doutor em Ciências Florestais pela UFPR
Mestre em Economia e Política Florestal

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Agrárias

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR