Menu

Professor constata floração precoce de araucárias enxertadas

 

A floração precoce de mudas de araucária tem surpreendido os pesquisadores da área. O professor da UFPR Flávio Zanette, especialista na planta, vem observando que essa precocidade acontece em plantas que foram enxertadas com material genético adulto, rico em hormônico estimulador de floração.

O fato chama a atenção por vários motivos. Primeiro, pela grande quantidade de botões florais. Segundo, pela pouca idade das plantas. E, terceiro, pela floração no mês de fevereiro, quando o normal seria nos meses de agosto e setembro.

“Ainda não podemos afirmar se essas flores precoces irão formar pinhões, pois isso depende do pólen e do clima, saberemos em outubro. Mas já é um bom indício do potencial dessas plantas”, explica o professor.

As plantas foram enxertadas com material genético da pinheira “famosa” de Caçador (SC)  que produziu em 2015 mais de 600 pinhas.  Essas plantas enxertadas em 2017, agora com quatro anos após o plantio no solo, estão florescendo com média de 3 pinhas em cada galho.

(por Simone Meirelles/ Assessoria de Comunicação/Em 22/02/2021)

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2021 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Agrárias

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR