Setor de Ciências Agrárias

Menu

UFPR comemora centenário da Escola Agronômica do Paraná

 

Prédio da Administração do Setor de Ciências Agrárias da UFPR

Prédio da Administração do Setor de Ciências Agrárias

O curso de Agronomia da Universidade Federal do Paraná comemora no dia 5 de abril os 100 anos de fundação da Escola Agronômica do Paraná. A escola foi criada para abrigar o curso de graduação, surgido em 1915, e desde 1918 é responsável pelas turmas formadas na UFPR.

Estudantes, professores e técnicos administrativos do curso estarão reunidos a partir das 17 horas no Anfiteatro do Bloco Didático do Setor de Ciências Agrárias (R. dos Funcionários, 1540).  A primeira atividade, às 17 horas, será a palestra “Agronomia Ontem, Hoje e Amanhã”, com o professor Luiz Antonio Lucchesi, atual coordenador do curso de graduação em Agronomia. Às 18 horas, o tema será “A Internacionalização da Agronomia na UFPR”, com o professor João Carlos Bespalhok Filho, vice-coordenador do curso.

A partir das 19 horas, haverá a celebração oficial do centenário, com homenagens aos fundadores do curso, através de seus familiares. Em seguida, haverá uma recepção com coquetel para os convidados, no hall de entrada do Anfiteatro.

A programação de comemorações continua ao longo de 2018, com diversas atividades. Uma delas serão o 40º Ciclo de Atualização em Ciências Agrárias – Especial Centenário, que vai discutir o papel dos engenheiros agrônomos no desenvolvimento do Brasil. Será de 14 a 18 de maio.

História

O livro “História da Escola Agronômica do Paraná – 1918-1993”, escrito pelo professor Luiz Doni Filho e lançado pela Editora UFPR em 1995, faz um retrospecto dos eventos mais importantes na história da Escola Agronômica.  O autor explica que o curso de Agronomia foi  fundado na Universidade do Paraná em fevereiro de 1915, tendo recebido inicialmente nove alunos. Na época, através de uma mudança na lei que dividiu a universidade em três faculdades (Direito, Engenharia e Medicina), o curso de Agronomia foi incluído na faculdade de Engenharia.  Porém, em 1918, esse curso teve que ser extinto por força de uma legislação específica de escolas politécnicas, que envolvia os cursos da área agronômica. Houve tempo, entretanto, para formar a primeira turma de cinco agrônomos.

Com o cancelamento do curso vinculado à faculdade de Engenharia, houve um movimento de dois professores influentes: Lysimaco Ferreira da Costa e Adolar de Hegreville Hintz, juntamente com o então deputado estadual Romário Martins. Por iniciativa dos três, foi aprovado o projeto para criação da Escola Agronômica do Paraná, em sessão na assembléia legislativa paranaense em 5 de abril de 1918. O curso compreendia três anos e o diploma oferecido era de Agrônomo. Os que de especializassem durante mais um ano poderiam receber o diploma de Engenheiro Agrônomo.

Hoje o curso de graduação em Agronomia recebe 132 calouros ao ano, além de alunos oriundos de outros cursos e instituições, através de mobilidade acadêmica e também refugiados. Atualmente são 669 alunos matriculados. Desde sua fundação, o curso formou 4.610 engenheiros agrônomos.

A internacionalização é uma das características desta graduação, através de inúmeros convênios mantidos pela UFPR com instituições estrangeiras. Algumas das mais ativas na graduação em Agronomia são com a Ohio State University (EUA), Montpellier SupAgro (França) e com as universidades latino-americanas de Grupo Montevideo (AUGM).

 

(Por Simone Meirelles/Sucom/Agrárias)

 

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2018 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Agrárias

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR