Paclobutrazol e ácido indolbutírico no enraizamento de estacas lenhosas de cultivares de amoreiras-preta

Resumo

A cultura da amoreira-preta (Rubus spp.) constituiu-se numa frutífera que se enquadra no grupo das pequenas frutas que vem ganhando espaço no mercado nacional devido seu grande valor alimentar, sabor e aroma. Para a expansão da cultura, destaca-se a importância da produção otimizada e de baixo custo de mudas de qualidade. No caso das amoreiras o método de estaquia tem sido o mais recomendado, porém muitas vezes a diversidade de resultados em relação a capacidade de enraizamento das estacas e à qualidade das mudas preocupa a viabilidade desta técnica. Para testar e incrementar a capacidade de enraizamento de estacas de quatro cultivares de amoreira-preta (Cherokee, Brazos, Ébano e Xavante) é que em julho de 2015 será instalado experimento no Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo do Setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná – UFPR para avaliar a capacidade de enraizamento das mesmas mediante a aplicação de diferentes concentrações de ácido indolbutírico (AIB – como enraizador) nas concentrações de 0, 500, 1000 e 1500 mg L-1 de AIB intercalados com a aplicação de paclobutrazol (PBZ – como inibidor da giberelina e da brotação precoce) a 0, 100, 200 e 300 mg L-1. O delineamento experimental será inteiramente casualizado com três repetições e dez estacas por parcela. As estacas serão plantadas em tubetes contendo vermiculita e estaqueadas em casa-de-vegetação. Aos 60 dias após o plantio, serão avaliadas as porcentagens de estacas enraizadas, brotadas, com calo e mortas, o número médio de raízes por estaca enraizada e o comprimento médio de raízes das estacas enraizadas. Espera-se com os resultados poder revelar uma associação AIB/PBZ favorável ao enraizamento de estacas de amoreiras-pretas e, consequentemente, que esta técnica seja promissora para a produção em massa de mudas de qualidade e com baixo custo.

Coordenador

Mauro Brasil Dias Tofanelli

Colaboradores

José Gilberto Sousa Medeiros

Jessica Welinski de Oliveira D’angelo

Valdeci Constantino