Setor de Ciências Agrárias

Menu

Linhas de Pesquisa

Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal – DETF

Planejamento Integrado e Gestão de Bacias Hidrográficas. Professor responsável: Nivaldo Eduardo Rizzi – niva@ufpr.br  Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo, planejamento e monitoramento de bacias hidrográficas e de recursos hídricos de maneira integrada. Além de enfocar a influência da floresta no ciclo hidrológico aborda técnicas de conservação do  o espaço territorial natural, considerando a indissociabilidade entre a quantidade e a qualidade da água. Abrange também os estudos do meio ambiente orientado pelas políticas ambiental e de recursos hídricos. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.02.05.01.3) Hidrologia Florestal, (5.02.05.03.0) Conservação de Bacias Hidrográficas, (5.03.02.02.7) Conservação de Solo e Água, (3.01.04.02.5) Hidrologia, (3.07.01.00.7) Recursos Hídricos, (3.07.01.01.5) Planejamento Integrado dos Recursos Hídricos, (3.07.03.04.2) Resíduos Sólidos, Domésticos e Industriais, (3.07.04.00.6) Saneamento Ambiental, (3.07.04.04.9) Qualidade do Ar das Águas e do Solo, (3.07.04.06.5) Legislação Ambiental. Grupo de Pesquisa do CNPq. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhorh/5902279243940396#dadosGerais

Departamento de Economia Rural e Extensão- DERE

Economia de Bens e Serviços Ambientais Florestais.  Professor responsável: Anadalvo Juazeiro dos Santos. Este grupo de pesquisa esta sendo ampliado para abrigar pesquisas sobre a Economia dos Serviços Ambientais providos pelos ecossistemas florestais. Isto significa que além de continuar desenvolvimento pesquisas econômicas sobre os Produtos Florestais Não Madeireiros – PFNMS, este grupo passa a incorporar linha de pesquisa sobre os Serviços Ambientais fornecidos pelas florestas, tais como Biodiversidade, Carbono, Paisagem, Regulação do ciclo Hidrológico entre outros. A região prioritária de atuação do grupo de pesquisa são os ecossistemas florestais localizados na região Sul do Brasil. Os resultados das pesquisas sobre os PFNMs tem sido divulgados principalmente através de artigos científicos elaborados à partir de projetos de pesquisas, Dissertações e Teses desenvolvidas no Laboratório de Produtos Florestais Não Madeireiros – LENM do Centro de Ciências Florestais e da Madeira – CIFLOMA da UFPR. O desenvolvimento desta linha de pesquisa passa necessariamente pela obtenção de financiamento público, uma vez que as atividades de coleta de dados de campo são imprescindíveis. Linha de Pesquisa do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/faces/consulta/consulta_parametrizada.jsf

Base florestal. Eficiência econômica de sistemas integrados de produção. Responsável: Vitor Afonso Hoeflich – hoeflich@ufpr.br; vitor.ufpr@gmail.com. Estas linhas de pesquisa estão voltadas para o estudo e planejamento de políticas florestais e ambientais, análise do uso dos recursos florestais e da eficiência das cadeias produtivas e de sistemas integrados de produção florestal e agroflorestal. Estão relacionadas às seguintes áreas de conhecimento do CNPq: (3.07.04.06-5) Legislação ambiental, (3.08.04.03-5) Análise de Custos, (3.08.04.04-3) Economia de Tecnologia, (3.08.04.06-0) Avaliação de Projetos, (5.02.02.01-4) Economia Florestal, (5.02.02.02-2) Politica e Legislação Florestal, (6.02.02.03-3) Política e Planejamento Governamentais, (6.03.02.00-3) Métodos Quantitativos em Economia, (6.03.07.02-1) Mudança Tecnológica, (6.03.10.01-4) Economia Agrária e (6.03.10.02-2) Economia dos Recursos Naturais. Grupos de pesquisa do CNPq: Economia e mercado de produtos e serviços florestais tropicais. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4178962587237409, Sustentabilidade da produção florestal, http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5719543401514173, Estudo e desenvolvimento de estratégias, marketing e competitividade. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2018121492448040

Estratégias de comercialização de produtos de base ecológica. Professor responsável: Luciano de Almeida – lucianoalmeida@ufpr.br  Área: Sociologia Rural. 7.02.05.00-0. Esta linha de pesquisa envolve estudos abordando as temáticas do desenvolvimento, das instituições e da construção dos mercados agroalimentares no campo da agroecologia. Os temas de pesquisa são: instituições, sistema agroalimentar; mercados, práticas dos consumidores.

Construção do conhecimento agroecológico. Professor responsável: Luciano de Almeida – lucianoalmeida@ufpr.br  Área: Sociologia Rural. 7.02.05.00-0. Essa linha de pesquisa propõe a análise dos modelos e estratégias de geração e socialização do conhecimento no campo das agriculturas de base ecológica no Brasil. Trata-se de identificar o conjunto de atores sociais envolvidos nos processos de pesquisa e extensão agroecológica, o que envolve instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e os próprios agricultores nas mais variadas formas de agregação. A partir desse quadro, aborda-se os modelos de pesquisa utilizados e qual a participação dos agricultores nestas; os modelos e estratégias de socialização/ extensão / difusão das experiências e conhecimentos estão associados a estas pesquisas. De modo complementar essa linha avança para tentar compreender os limites e possibilidades da institucionalização pública dos processos de geração e socialização do conhecimento no campo da agroecologia.

Direito Florestal, Ambiental e Agrário. Professores responsáveis: Paulo de Tarso de Lara Piresptlpires@ufpr.br e Anadalvo Juazeiro dos Santos. Este grupo de pesquisa foi criado com o objetivo de realizar pesquisas das interrelações entre as legislações florestal, ambiental e agrária com as respectivas políticas que vêm sendo formuladas e implementadas nos âmbitos estadual, nacional e internacional.Pretende ainda dar suporte para a criação de novas políticas e normas regulamentadoras diretamente relacionadas as atividades de conservação e produção. Mais recentemente vem iniciando pesquisas sobre os aspectos legais e técnicos de implementação e desenho de esquemas REDD (Reducing Carbon Emissions from Deforestation and Ecosystem Degradation, Mudanças Climáticas e Desastres Naturais. As linhas de pesquisas do CNPq relacionadas são: 5.02.00.00-3 Recursos Florestais e Engenharia Florestal Certificação Florestal, Direito Ambiental, Direito Florestal, Governança Florestal, Legislação Agrária, Florestal e Ambiental, Legislação em Incêndios Florestais e Ambientais, Mudanças Climáticas, Pagamento por Serviços Ambientais, Política Agrária, Florestal e Ambiental. Grupo de pesquisa do CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7092649821200963

Economia Rural Aplicada. Professores envolvidos: Vania Di Addario Guimarãesvania.di@ufpr.br  e José Roberto Canzianicanziani@ufpr.br . Esta linha de pesquisa está relacionada a três grandes temas. O primeiro se refere a novas formas de coordenação entre agentes dos sistemas agroindustriais incluindo o aumento do capital social permitindo relações econômicas mais harmônicas entre os elos dos sistemas visando maior eficiência econômica dos mesmos. O segundo objetiva aumentar a eficiência econômica do setor produtivo rural por meio do fortalecimento do empreendedorismo dos produtores rurais e suas famílias. O terceiro está voltado aos mercados agropecuários quanto as suas estruturas e funcionamento desde os fornecedores de fatores de produção até o consumidor final. Está área está relacionada as seguintes linhas de pesquisa do CNPq (6.03.01.01-5) Economia Geral, (6.03.10.00-6) Economias Agrária e dos Recursos Naturais, (6.03.01.05-8) Sistemas econômicos, (6.03.03.01-1) Métodos e modelos matemáticos, econométricos e estatísticos, (6.03.05.02-9) Relações do comércio, política comercial, integração econômica, (9.02.00.00-4) Administração Rural

Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo – DFF

 

Epidemiologia e controle de doenças de olerícolas e epidemiologia para o manejo de doenças em frutíferas. Professor responsável: Henrique da Silva Silveira Duartehenriqueduarte@ufpr.br. Estas linhas de pesquisas estão voltadas para: realizar levantamento e estudos relacionados aos agentes causais, estudar o ciclo da relação patógeno-hospedeiro, estudar epidemias: monociclo, quantificação, progresso temporal e espacial de doenças, testar e desenvolver métodos de controle químico e biológico. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.00.00.00-4) Ciências Agrárias, (5.01.00.00-9) Agronomia, (5.01.02.00-1) Fitossanidade e (5.01.02.01-0) Fitopatologia. Grupo de Pesquisa do CNPq. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0024721984082966

Defesa Sanitária Vegetal e Estágio Obrigatório. Controle de plantas daninhas, tecnologia de Aplicação, Uso de indicadores sociais e fitossanitários. Professores responsáveis: Cristina Gonçalves de Mendonça e Mario Nieweglowski Filhocristinagm@ufpr.br, niewe@terra.com.br. Esta linha de pesquisa estuda Tecnologia de aplicação de produtos fitossanitários e fertilizantes foliares. Estuda diferentes equipamentos de pulverização e pontas. A toxicidade, ação e recomendação de agrotóxicos e afins são abordados. A linha aborda também o modo e mecanismo de ação de inseticidas, acaricidas e nematicidas. Os indicadores acima mencionados são utilizados em diagnósticos de propriedades rurais. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.01.02.00-1) Fitossanidade e (5.01.03.07-5) Matologia. Grupo de pesquisa do CNPq: Cristina Gonçalves de Mendonça http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhorh/0149882123183567 Prof. Mario Nieweglowski Filho http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhorh/0198921319463673

Departamento de Medicina Veterinária – DMV

Medicina Zoológica. Professor responsável: Rogério Ribas Lange – rrlange@ufpr.br. Esta linha de pesquisa tem objetivo de facilitar o acesso da especialidade aos médicos veterinários por meio de formação, capacitação, especialização e divulgação de informações técnicas e ampliação de conhecimentos. Tem foco especialmente em clínica médica e cirurgia de animais selvagens e animais de estimação não convencionais. O conceito Medicina Zoológica é geral e abrangente, corresponde à ampla área de clínica médica e cirúrgica de animais selvagens e animais de estimação não convencionais, ou seja, a medicina veterinária da escala zoológica. Trata-se de uma especialidade que tem avançado grandemente nas últimas três décadas no Brasil, sendo anteriormente já estabelecida nos Estados Unidos e Europa. Grupo de Pesquisa do CNPq. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/9403706420730195.

Odontologia Veterinária. Professor responsável: Rogério Ribas Lange – rrlange@ufpr.br. Esta linha de pesquisa tem o objetivo de divulgar e aprofundar conhecimentos relativos às práticas de clínica e cirurgia no âmbito da odontologia veterinária. A odontologia veterinária é uma especialidade ainda recente no contexto da realidade brasileira, em processo de implantação e desenvolvimento, necessitando de divulgação entre os profissionais da medicina veterinária e a sociedade, assim como de desenvolvimento de pesquisas para o estabelecimento de embasamento técnico e conceitual alinhado com a realidade nacional e regional. Este projeto tem por objetivo contribuir com estes valores ampliando conhecimentos específicos e, por meio de programas de treinamentos de divulgação, democratizar o acesso a informação específica entre os profissionais. O foco principal da pesquisa são animais domésticos convencionais, principalmente o cão e o gato, animais de estimação não convencionais como o porquinho-da-índia, a chinchila, o ramister, e o coelho, entre outros, e animais selvagens em geral.

Cardiologia Veterinária e Comparada. Professor responsável: Marlos Gonçalves Sousa – marlos98@ufpr.br Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo das afecções cardiovasculares e suas repercussões nas diferentes espécies animais. Nesse sentido, as atividades científicas envolvem a compreensão da fisiopatogenia das doenças, métodos de diagnóstico e das inúmeras abordagens terapêuticas com vistas à otimização dos procedimentos clínicos em animais. Ademais, busca identificar, valendo-se de técnicas modernas, o prejuízo das cardiopatias sobre a homeostase corporal e como a identificação precoce desse comprometimento pode contribuir com o prognóstico das mesmas. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.05.01.03-8) Radiologia de Animais, (5.05.01.04-6) Farmacologia e Terapêutica Animal, (5.05.01.06-2) Clínica Veterinária, (5.05.03.02-2) Patologia Animal, (5.05.03.03-0) Patologia Clínica Animal,(4.01.01.10-0) Cardiologia e (2.07.02.02-7) Fisiologia Cardiovascular. Grupo de Pesquisa do CNPq:http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7781847856208337

Sanidade Suína. Professora responsável: Juliana Sperotto Brumjuliana.sbrum@ufpr.br. Esta linha de pesquisa tem a finalidade de promover a capacitação e difusão do conhecimento sobre a epidemiologia, patogenia e patologia das principais doenças que acometem suínos, destacando doenças emergentes e reemergentes. Promove estudo aprofundado sobre interação entre manejo, agentes e meio ambiente na ocorrência de doenças multifatoriais. As pesquisas realizadas compreendem desde avaliação clínica de rebanhos até monitoramento sanitário de abates. O foco principal da linha são rebanhos suínos criados em pequenas e médias propriedades, de acordo com a região de abrangência do estudo. A linha engloba o estudo de suídeos selvagens. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.00.00.00-4) Ciências Agrárias, (5.05.00.00-7) Medicina Veterinária,(5.05.01.00-3) Clínica e Cirurgia Animal, (5.05.02.00-0) Medicina Veterinária Preventiva, (5.05.03.00-6) Patologia Animal.

Hematologia Veterinária (dos animais domésticos e selvagens). Professora responsável: Rosangela Locatelli Dittrich. Objetivo: Realizar exames hematológicos em animais domésticos e selvagens saudáveis para obter valores de referência. Realizar hemogramas em animais doentes e interpretar as alterações hematológicas, correlacionando com a doença e o estado do animal. Descrição morfológica das células da medula óssea. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Clínica Veterinária. Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal.

Bioquímica Clínica Veterinária (animais domésticos e selvagens). Professora responsável: Rosangela Locatelli Dittrich. Objetivo: Realizar exames de avaliação hepática, renal, pancreática, muscular e proteinograma em mamíferos, aves e répteis sadios e doentes. Obtenção dos parâmetros bioquímicos de referência para animais domésticos e selvagens. Estudos de toxicidade e alterações das enzimas hepáticas. Avaliação do perfil metabólico de bovinos leiteiros. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Clínica Veterinária. Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal; Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.

Neosporose e toxoplasmose. Professora responsável: Rosangela Locatelli Dittrich. Objetivo: Isolamento e caracterização molecular de Neospora caninum; de Toxoplasma gondii; Estudos de avaliação da virulência e manutenção de cepas de Neospora caninum e de Toxoplasma gondii isoladas no Paraná. Diagnóstico de neosporose e toxoplasmose em fetos, em amostras de leite, sêmen. Diagnóstico sorológico e por PCR de Neospora caninum em bovinos, eqüinos, cães e gatos. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Patologia Clínica Veterinária.

Medicina Veterinária do Coletivo: Manejo populacional de cães e gatos em áreas urbanas. Professor responsável: Rita de Cassia Maria Garciaritamaria@ufpr.br . Esta linha de pesquisa está voltada para o planejamento de ações para o manejo populacional canino e felino, desde o diagnóstico situacional, até implantação, monitoramento, avaliação, implementação, com enfoque na promoção da saúde das comunidades, controle de zoonoses e bem-estar animal. Envolve as políticas públicas municipais e a integração dos diferentes atores sociais (público, privado e terceiro setor). Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: 4.00.00.00-1 ciências da saúde; 4.06.00.00-9 Saúde Coletiva; 4.06.02.00-1 Saúde Publica; 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias; 5.05.02.00-0 Medicina Veterinária Preventiva; 5.05.02.01-8 Epidemiologia Animal;

Medicina Veterinária Legal: Elo entre a violência humana e o abuso animal. Professor responsável: Rita de Cassia Maria Garciaritamaria@ufpr.br. Esta linha de pesquisa está voltada para estudos sobre o animal de estimação como sentinela e indicador da violência doméstica, com enfoque sobre os maus tratos aos animais, violência contra a mulher, crianças e idosos. Também estuda a percepção dos profissionais de medicina veterinária quanto à suspeita e diagnóstico de traumas não acidentais de animais atendidos na clinica cirurgia, e como se criar um sistema de informação e capacitação para esses profissionais. Está relacionada ás seguintes linhas de pesquisa do CNPq: 4.00.00.00-1 Ciencias da saúde; 4.06.00.00-9 Saúde Coletiva; 4.06.02.00-1 Saúde Publica; 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias; 5.05.02.00-0 Medicina Veterinária Preventiva; 5.05.02.01-8 Epidemiologia Animal; 7.00.00.00-0 Ciências Humanas; 7.07.00.00-1 Psicologia

Medicina Veterinária do Coletivo: Medicina de abrigos. Professor responsável: Rita de Cassia Maria Garciaritamaria@ufpr.br . Esta linha de pesquisa envolve todos os processos desenvolvidos em abrigos privados (organizações de proteção animal) e locais públicos de manutenção de animais abandonados ou recolhidos (por exemplo, unidades de vigilância em zoonoses). Visa o estudo da implantação de programas preventivos e promoção do bem-estar dos animais com vistas à preparação dos mesmos para a reintrodução na sociedade por meio da adoção. Inclui os aspectos da etologia aplicada, a reabilitação comportamental e educação (adestramento). Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: 4.00.00.00-1 ciencias da saúde; 4.06.00.00-9 Saúde Coletiva; 4.06.02.00-1 Saúde Publica; 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias; 5.05.02.00-0 Medicina Veterinária Preventiva; ; 5.05.02.03-4 Doenças Infecciosas de Animais; 5.05.02.04-2 Doenças Parasitárias de Animais; 5.05.02.01-8 Epidemiologia Animal

Departamento de  Solos e Engenharia Agrícola – DSEA

Educação em Solos. Professor responsável: Marcelo Ricardo de Lima – mrlima@ufpr.br Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo das percepções de alunos e professores em relação ao ensino de ciência do solo, nos níveis fundamental e médio; desenvolvimento de tecnologia educacional adequada aos diferentes níveis de ensino (fundamental, médio, superior) para o ensino de ciência do solo, com base em uma abordagem ambiental e adequada à realidade dos solos tropicais .brasileiros. Está relacionada às seguintes área de conhecimento do CNPq: Ciência do Solo  (5.01.01.00-5). Link da Linha de Pesquisa no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelholinha/054083237724480939517 . Grupo de Pesquisa do CNPq ao qual está ligada a linha de pesquisa – Pedologia – UFPR: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0540832377244809

Impacto de sistemas agrícolas na qualidade da água e do solo. Profa. responsável: Nerilde Favaretto – nfavaretto@ufpr.br. Esta linha de pesquisa tem como objetivo avaliar a qualidade da água superficial em sistemas agrícolas com ênfase no uso intensivo de adubação orgânica de origem animal. As ações estão voltadas em quatro subprojetos: (i) análise do escoamento superficial em pequenas glebas experimentais sob sistema plantio direto com aplicação de dejeto liquido bovino, (ii) análise do escoamento superficial e subsuperficial em agroecossistemas complexos (sistemas de integração); (iii) risco ambiental do transporte de fósforo do solo para os recursos hídricos; (iv) análise da qualidade da água superficial e do potencial de contaminação em microbacia hidrográfica. Está relacionada às seguintes áreas de conhecimento do CNPq: (5.01.01.06-4) Manejo e Conservação do Solo; (5.01.01.05-6) Fertilidade do Solo e Adubação; (5.02.05.03-0) Conservação de Bacias Hidrográficas. Grupo de pesquisa do CNPq: Uso sustentável dos recursos solo e água: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0929946318278471

Biogeoquímica em ecossistemas florestais e nutrição de espécies arbóreas tropicais e subtropicais. Professor responsável: Renato Marques – rmarques@ufpr.br Esta linha de pesquisa está voltada a estudar a ciclagem de nutrientes e a nutrição de plantas em ecossistemas florestais nativos (principalmente da Floresta Atlântica), mas também em plantações florestais, investigando aspectos qualitativos e quantitativos dos estoques e fluxos de nutrientes, sob uma visão holística das interações existentes nos ecossistemas. Busca, ainda, estudar algumas espécies arbóreas de interesse ecológico e/ou econômico, caracterizando suas demandas por nutrientes, a incorporação destes nutrientes nos diferentes compartimentos das plantas e sua ciclagem nos ecossistemas. Estudos específicos sobre crescimento e nutrição das plantas são conduzidos em condições controladas buscando caracterizar o comportamento das plantas sob influência de diferentes fatores de natureza química, física e biológica. Estudos também são realizados buscando identificar a influência das diferentes espécies florestais sobre características do solo. Áreas do CNPq: (2.05.02.00-1) Ecologia de Ecossistemas, (5.02.01.05-0) Nutrição Florestal, (5.01.01.05-6) Fertilidade do Solo e Adubação, (5.02.01.07-7) Solos Florestais, (5.01.01.04-8) Microbiologia e Bioquímica do Solo, (5.02.05.04-8) Recuperação de Áreas Degradadas, (5.02.05.01-3) Hidrologia Florestal. Grupo de Pesquisa do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1506730828147804

Ensaio de Tratores Agrícolas (Laboratório de Adequação de Tratores Agrícolas – LATA). Professor responsável: Samir Paulo Jasper – samir@ufpr.br, ou lata@ufpr.br. Essa Linha pesquisa esta voltada para avaliação de desempenho dos tratores agrícolas, buscando gerar informações para o dimensionamento e racionalização no uso dos conjuntos mecanizados na agricultura. Esta relacionada nas seguintes áreas de pesquisa do CNPq: (5.01.03.02-4) Mecanização Agrícola. Grupo de Pesquisa do CNPq: Uso sustentável dos recursos solo e água. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0929946318278471

Geoprocessamento e Levantamento de solos. Professor responsável: Luiz Claudio de Paula Souza – lcsouza@ufpr.br. Esta linha visa através da aplicação de técnicas de geoprocessamento otimizar os trabalhos de levantamento de solos em todos os nível de detalhamento. Saindo das técnicas tradicionais de levantamento de solos e interagindo com o meio físico e técnicas pedométricas. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPQ: (5.01.01.01-3) Genese, Morfologia e Classificação dos Solos; (1.07.04.04-3) Fotogrametria; (1.07.04.05-1) Cartografia Básica; (1.07.05.01-5) Geomorfologia. Grupo de Pesquisa do CNPq: Pedologia – UFPR. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0540832377244809

Ciência e tecnologia voltada à utilização racional e sustentável do solo, água e energia em áreas agrícolas e urbanas. Professor responsável: Jorge Luiz Moretti de Souza – jmoretti@ufpr.br; Site: http://www.moretti.agrarias.ufpr.br. A competitividade do agronegócio e a necessidade de desenvolvimento sustentável gera demandas de uso racional dos recursos naturais. Mediante tais demandas, o projeto tem como objetivo desenvolver trabalhos que contribuam cientificamente e tecnologicamente com a utilização racional e sustentável do solo, água e energia em áreas agrícolas e urbanas do Centro-Leste Paranaense. As principais ações do projeto são: (i) levantar dados e parâmetros sobre atributos físico-hídricos do solo, evapotranspiração, coeficiente de cultivo, precipitação provável, modelos de produção água-cultura, manejo de irrigação, características fisiológicas de culturas e econômicos para a utilização da irrigação (tarifas horo-sazonais, fontes de energia, custo de produção em geral); (ii) formar um banco de dados ambientais, econômicos e sociais; (iii) desenvolver metodologias, rotinas e modelos computacionais voltados à área de engenharia de água e solo, principalmente envolvendo relações hídricas, balanços hídricos e energéticos em sistemas agrícolas; (iii) realizar estudos de casos (cenários) com os modelos computacionais desenvolvido em atividades agrícolas, associado aos riscos ambientais, econômicos e sociais; (iv) analisar a percepção sobre os recursos ambientais solo e água por técnicos, docentes e usuários do meio rural e urbano; (v) desenvolver material didático e metodológico que possa ser utilizado nas disciplinas do ensino fundamental à pós-graduação, bem como no treinamento de técnicos e docentes que atuam no meio rural e urbano. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.00.00.00-4) Ciências Agrárias; (5.03.00.00-8) Engenharia Agrícola; (5.03.02.00-0) Engenharia de Água e Solo; (5.03.02.02-7) Conservação de Solo e Água; (5.03.02.01-9) Irrigação e Drenagem; (3.01.04.02-5) Hidrologia; (5.01.05.00-0) Agrometeorologia. Grupo de Pesquisa do CNPq: Engenharia de biossistemas – Estudo e desenvolvimento tecnológico para utilização sustentável de recursos em áreas agrícolas e urbanas. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6290516245262736.

Uso e manejo do solo para sequestro de carbono, mitigação de emissão de gases de efeito estufa, matéria orgânica e qualidade estrutural do solo. Professor responsável: Jeferson Dieckow – jefersondieckow@ufpr.br. O objetivo desta linha é avaliar a contribuição de sistemas de uso e manejo do solo ao incremento dos estoques de C e N, a qualidade estrutural e a mitigação de emissão dos gases de efeito estufa (GEE) CO2, CH4 e N2O. Ações estão voltadas a sistemas de preparo (convencional e plantio direto), sistemas de rotação de culturas (gramíneas e leguminosas), sistemas florestais e integração lavoura-pecuária e lavoura-pecuária floresta no subtrópico brasileiro. Está relacionada à seguinte linha de pesquisa do CNPq: (5.01.01.06.4) Manejo e Conservação do Solo. Grupo de Pesquisa do CNPq: Uso sustentável dos recursos solo e água. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/0929946318278471

Dinâmica de nutrientes em sistemas de produção agrícola, pecuária e de bionergia. Professor responsável: Volnei Pauletti – vpauletti@ufpr.br. Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo do potencial de geração de energia da biomassa residual da produção de grãos e os efeitos desta retirada de biomassa nos sistemas produtivos e no balanço de nutrientes para sustentabilidade dos sistemas agrícolas e pecuários na região Centro Sul do estado do Paraná. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.01.00.00-9) Agronomia, (5.01.01.00-5) Ciência do Solo, (5.01.01.05-6) Fertilidade do Solo e Adubação, (5.01.01.06-4) Manejo e Conservação do Solo, além das linhas específicas: Plantio direto, Uso de dejetos animais na agricultura e Bioenergia a partir de biomassa residual agrícola. Grupo de Pesquisa do CNPq. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6752085748801315

Uso de propriedades físicas do solo e índice de qualidade física na avaliação da sustentabilidade de sistemas agrícolas. Professor responsável: Karina Maria Vieira Cavalieri Polizelikarina.cavalieri@ufpr.br Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo, planejamento e monitoramento de áreas agrícolas, visando sua sustentabilidade e o aumento da produtividade de plantas, do ponto de vista físico do solo. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.01.01.02-1) Física do Solo, (5.01.01.06-4) Manejo e Conservação do Solo. Grupo de Pesquisa do CNPq. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhorh/1075566033486927

Floricultura e Plantas Ornamentais. Professora responsável: Renata Bachin Mazzini Guedes renataguedes@ufpr.br. Esta linha de pesquisa está voltada, principalmente, para a multiplicação e cultivo de plantas ornamentais e para técnicas de produção de flores envasadas e de corte. Aborda, também, aspectos gerais de fisiologia vegetal, adubação, irrigação, fitossanidade e pós-colheita de plantas ornamentais, e paisagismo. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: (5.01.04.00-4) Floricultura, Parques e Jardins, (5.01.03.04-0) Produção de Mudas, (5.01.03.06-7) Fisiologia de Plantas Cultivadas,  (5.01.03.01-6) Manejo e Tratos Culturais, (6.04.04.00-0) Paisagismo. Grupos de Pesquisa do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhorh/3283591573637295

Fertilidade e nutrição em sistemas agroflorestais no centro sul do estado do Paraná. Professor responsável: Antonio Carlos Vargas Mottamottaacv@ufpr.br. A linha de pesquisa deverá trazer para esta região distinta conhecimento na área de adubação e calagem, para culturas como: frutas de clima temperado, pastagem em condições subtropicais, floresta de pinus, culturas nativas como a erva mate, plantas medicinais, olericultura e morango. A nutrição de erva mate, pinus e araucária, por exemplo, em condições nativas ou cultivadas com mínimo de intervenção, foi e vêm sendo pesquisada pelo grupo. Conhecimento adquirido com uso de adubo orgânico de origem animal e resíduos orgânicos de diversas procedências na agricultura orgânica e convencional, também é um dos pontos fortes do grupo. O crescimento na produção animal, particularmente em sistema confinado, faz crescer a demanda de pesquisa sobre este tema. A região foi um dos centros de divulgação do sistema conservacionista de plantio direto, e mais recentemente de sistemas integrados de produção, agricultura-pecuária, silvo-pastoril ou agrosilvopastoril. A complexidade destes sistemas vem gerando necessidade de trabalhos que envolvam pesquisadores de diferentes especialidades, no que diz respeito às boas práticas de manejo da fertilidade. Está relacionada às seguintes áreas de conhecimento do CNPq: (5.01.01.03-0) Química do Solo; (5.01.01.05-6) Fertilidade do Solo e Adubação; (5.02.01.05-0) Nutrição Florestal; (5.02.01.07-7) – Solos Florestais;  (5.07.01.01-0) – Valor Nutritivo de Alimentos.Grupo de Pesquisa: Fertilidade, nutrição e bioenergia em sistemas agroflorestais no centro sul do estado do Paraná. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6752085748801315.

Departamento de Zootecnia- DZ

Sustentabilidade e gestão de sistemas de produção da pesca de pequena escala. Professor responsável: José Milton Andriguetto Filho – jmandri@ufpr.br. A linha de pesquisa analisa os sistemas de produção da pesca artesanal ou de pequena escala marinha, concebendo-os como sistemas complexos na interface entre sociedade e natureza. Emprega metodologias interdisciplinares para compreender as dinâmicas naturais e socioeconômicas da pesca, buscando contribuir com o manejo e a gestão, particularmente no que se refere aos conflitos de uso em torno da atividade. A linha está relacionada principalmente às seguintes áreas do CNPq:  (1.08.01.00-6) Oceanografia Biológica, (5.06.00.00-1) Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, (5.06.01.00-8) Recursos Pesqueiros Marinhos e (5.06.01.04-0) Manejo e Conservação de Recursos Pesqueiros Marinhos. A linha integra o seguinte Grupo de Pesquisa do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2267103203991858

Bem-estar animal. Professora responsável: Carla Forte Maiolino Molento – carlamolento@ufpr.br. O bem-estar animal é uma ciência relativamente nova em nível nacional e internacional. Nossa atuação em pesquisa visa avançar no conhecimento da atitude dos profissionais das ciências agrárias, biológicas e da saúde, assim como do público leigo em relação ao bem-estar animal, e no conhecimento do diagnóstico científico de grau de bem-estar animal. Ainda, contemplamos o objetivo de desenvolver estratégias viáveis  do ponto de vista econômico e social de se aumentar o grau de bem-estar dos animais nas mais variadas formas de interação entre o ser humano e os animais. As repercussões alcançam as áreas aplicadas de utilização de animais pelo ser humano assim como a possibilidade de ensino desta área de conhecimento em sintonia com a postura da sociedade brasileira. Ressalta-se o trabalho de pesquisa em diagnóstico de bem-estar animal, com claras repercussões para a comunidade científica internacional, uma vez que se trata de área em franco desenvolvimento em vários laboratórios ao redor do mundo. A área de trabalho em diagnóstico talvez seja a área mais significativa de atuação científica, uma vez que as aplicações éticas, legislativas e de comércio internacional relativas ao bem-estar animal dependem de seu diagnóstico objetivo. As linhas de pesquisa em desenvolvimento no Laboratório de Bem-estar Animal – LABEA/UFPR são  (1) Desenvolvimento de protocolo de bem-estar animal para perícia de maus-tratos, (2) A relevância da dor para o bem-estar animal, (3) Bem-estar de animais de companhia, (4) Bem-estar de animais silvestres, (5) Diagnóstico de bem-estar em animais utilizados para produção e estratégia de melhoria e (6)Interação entre seres humanos e animais. Está relacionada às seguintes áreas do conhecimento do CNPq: 5.04.01.00-9  Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia, 5.05.02.00-0 Medicina Veterinária Preventiva. Grupo de pesquisa do CNPq:  http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4960173352345646#linhaPesquisa

Estudos econômicos relacionados a pecuária paranaense e brasileira. Professor responsável: Paulo Rossi Junior –parossi@ufpr.br. Tem como objetivo desenvolver pesquisas de estudos econômicos relacionados à pecuária paranaense e brasileira, construção de indicador de preços, composição de custos, estudos de impacto financeiro e tomadas de decisão. Dentre as linhas de estudo estão a construção de indicador de preços da arroba do boi gordo para o Estado do Paraná, composição de custos de diferentes sistemas de criação de bovinos de corte, estudos de impacto financeiro e tomadas de decisão dentro da atividade pecuária.  Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: Ciências Agrárias > Zootecnia > Produção Animal > Criação de Animais. Projeto Banpesq: 2010002444. Grupo de Pesquisa do CNPq: Grupo de Pesquisas em Agronegócio da UFPR. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5742930878191408

Estudos nutricionais, metabólicos e de qualidade de produtos cárneos e lácteos em diferentes sistemas de produção de ruminantes no Brasil. Professor responsável: Paulo Rossi Junior – parossi@ufpr.br. O presente projeto tem como objetivo realizar estudos nutricionais, metabólicos e de qualidade de produtos cárneos e lácteos em diferentes sistemas de produção de ruminantes. Os estudos realizados compreendem desde a avaliação de alimentos para animais, conservação de forragens, produção de sistemas pastoris e silvo-pastoris a avaliação de composição de qualidade de produtos obtidos de sistemas de exploração de ruminantes no Brasil, principalmente carne, leite e seus derivados. Está relacionada às seguintes linhas de pesquisa do CNPq: Ciências Agrárias > Zootecnia > Produção Animal > Criação de Animais. Projeto Banpesq: 2010010145. Grupo de Pesquisa do CNPq: Grupo de Pesquisas em Bovinocultura da UFPR. http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6742604290533265

Melhoramento Animal. Prof. Responsável: Prof. Newton Pohl Ribas newtonribas.ufpr@gmail.com
Objetivo: avaliar os efeitos de meio ambiente e genéticos sobre características reprodutivas, produtivas e a qualidade do leite, controladas em rebanhos leiteiros no estado do Paraná.. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia / Subárea: Genética e Melhoramento dos Animais domésticos.  Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.

Controle, gestão de rebanhos e qualidade do leite. Prof. Newton Pohl Ribas newtonribas.ufpr@gmail.com Objetivo: Esta linha de pesquisa está voltada para o estudo, planejamento e monitoramento de rebanhos leiteiros. Além de enfocar a influência dos efeitos de meio-ambiente (mês, ano, região, rebanho, idade,etc) e genéticos (vaca, reprodutor, grau de sangue, origem, etc), sobre características reprodutivas, produtivas e da qualidade do leite.. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Zootecnia / Subárea: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos. Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.  Palavras-chave: mês de análise; ano de análise; região; idade da amostra; Rebanho.

Monitoramento, produção e sanidade de colônias de abelhas e Pesquisa em abelhas. Prof. Adhemar Pegoraro apegoraro@terra.com.br Estas linhas de pesquisa são direcionadas para estudos, monitoramento das colônias de abelhas africanizadas em colônias mais produtivas com menor taxa de infestação por (Varoatase) Varroa destructor, desenvolver método de comportamento higiênico aplicável na Apicultura e Nosemose (Nosema spp). Métodos de seleção massal para os produtores aplicarem em propriedade que praticam Agricultura Agro-familiar para diversificarem a rendas. Manter a sanidade das abelhas africanizadas para garantir preço diferenciado no mercado interno e externo dos produtos Apícolas das abelhas africanizadas. Linhas de Pesquisas do Cnpq: (5.04.05.00-4) Produção Animal, (5.04.01-2) Criação Animal e (5.04.03.02-8) Avaliação de alimento para amimais.

Desenvolvimento e avaliação de alimentos de uso precoce para animais de produção. Prof. responsável José Luciano Andriguetto – luciano.andriguetto@gmail.com .Nesta linha temos estudado a formulação de alimentos para pintos de um dia e leitões em fase de aleitamento e desmama, buscando evidenciar efeitos não só de desempenho zootécnico (ganho de peso, conversão alimentar, viabilidade), porém também sobre o desenvolvimento do sistema imune, do aparelho digestório e da composição da carcaça. Paralelamente, também são avaliados os ingredientes utilizados, a palatabilidade e atratividade das dietas, e o uso de aditivos especiais, como enzimas, pró- e pré-bióticos. As linhas de pesquisa do CNPq são as seguintes: Nutrição Animal 5.04.03.00-1, com suas derivações, 5.04.03.01-0, Exigências Nutricionais dos Animais; 5.04.03.02-8 Avaliação de Alimentos para Animais; e 5.04.03.03-6 Conservação de Alimentos para Animais.

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Setor de Ciências Agrárias
Rua dos Funcionários, 1540 - Juvevê
Fone: +55(41) 3350-5620/5800
Curitiba (PR), Brasil

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná - Setor de Ciências Agrárias

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR